sábado, 12 de maio de 2012

Somebody That I Used to Know (Gotye - Cover)

Violão a cinco mãos, tocando cover de Gotye. Bem ensaiadinho.
 
Tem até o cover do cover...

sexta-feira, 4 de maio de 2012

Como trocar uma árvore de lugar

Há algum tempo atrás fiz um artigo sobre como trocar uma árvore de lugar, citando o método manual onde se cavava com pás, se retirava com um guincho e plantava-se em outro local , de acordo com a característica de cada espécie.
Agora existem máquinas capazes de mover árvores de 7 toneladas. Como esse vídeo mostra:

O Tree Spades vem em uma variedade de tamanhos e tipos de pás dependendo da espécie e da altura da árvore — há modelos com pás de 30cm a até incríveis 3 metros. Eles podem ser montados em cima de veículos de construção dos mais normais, de guindastes a caminhões basculantes. E embora haja diferenças no design das diferentes empresas que os fabricam, a maioria desses opera com um sistema de quatro pás.

O conjunto é montado em cima de torres hidráulicas. As torres são fixadas em uma armação circular articulada, que permite às pás cercarem a árvore por todos os lados. Quando a engenhoca fica posicionada ao redor da base da árvore, o sistema hidráulico lança as pás sequencialmente direto na terra. Um bico joga água em cada pá para lubrificá-las durante o processo.

Quando as pás estão enterradas e convergem alguns metros diretamente abaixo da árvore, essa é elevada de seu buraco e transplantada. No caso dos modelos montados em caminhões, como o Arbor Co 2100 Super Spade do vídeo acima, a árvore inteira é içada para uma “cama” no caminhão para ser transportada. Unidades maiores, como o Dutchman 100-inch TruckSpace, pode elevar árvores de até 38 cm de diâmetro, com sua raiz totalizando 6,8 toneladas, em questão de minutos.
Esse vídeo mostra a retirada de uma árvore bem maior. Um pinheiro:

Saiu daqui

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Collodictyon: Novo reino da natureza

Estranho organismo recém-descoberto inaugura novo reino da natureza


Um organismo unicelular descoberto na Noruega está dando o que falar. Segundo cientistas, ele é tão diferente de todos os organismos conhecidos até hoje que um novo grupo base, conhecido como novo reino, foi criado: Collodictyon.

Esse organismo singular foi encontrado em um lago no sul de Oslo, Noruega. De acordo com a cientista Kamran Shalchian-Tabrizi, da Universidade de Oslo, não há outro ser vivo que descenda de tão perto das raízes da árvore da vida.

“O micro-organismo está entre os mais antigos eucariontes. Ele evoluiu há cerca de um bilhão de anos. Ele nos mostra como a Terra parecia ser no início”, diz Shalchian-Tabrizi.

Os cientistas noruegueses analisaram o genoma do organismo encontrado e descobriram que ele é eucarionte, mas não se enquadra em nenhum dos grupos principais (animais, plantas, fungos, algas ou protistas).

Ele tem de 30 a 50 micrômetros (a espessura de um cabelo humano) e se alimenta de algas, preferindo viver sozinho, em detrimento de conviver em grupos. Sua singularidade também reside no fato de ter quatro flagelos, ao invés de um ou dois, o que seria considerado normal.

O micro-organismo também tem características que são marcas das algas e das amebas, pertencentes a dois reinos eucariontes diferentes.

Devido a esse motivo, os pesquisadores acreditam que o micro-organismo seja o ancestral desses dois reinos.